​Palestra sobre Crédito Rural reuniu produtores aparecidenses

Camila Helem, da redação | 16 de Maio de 2018
​Palestra sobre Crédito Rural reuniu produtores aparecidenses

      Aparecida do Taboado (MS) – Agropecuários e pecuaristas participaram nesta segunda-feira, dia 14 de maio, de uma reunião que discutiu “Crédito Rural – Agrícola e Pecuário”, promovida pelo Governo do Estado; Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) e Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer).

      O palestrante Cleiton Dalastra, coordenador local da Agraer, apresentou todas as linhas de crédito agrícolas ou pecuárias no âmbito do Pronaf e FCO, bem como o enquadramento ao Pronaf, a discriminação entre custeio e investimento, os prazos e as carências. Também foram feitas algumas simulações de crédito para facilitar a compreensão de todos.

      Dalastra explicou que para a liberação de crédito deve ser estabelecida uma relação de confiança entre o produtor e a instituição credora. Nesse âmbito, ele detalhou as possibilidades de garantias que podem ser apresentadas durante o processo de contratação, como hipoteca, penhor e aval.

      Uma novidade nesta questão que foi trazida à tona pelo gerente do Banco do Brasil, Márcio, é que agora os herdeiros maiores de 18 anos podem ser os avalistas durante a operação, o que facilita muito a obtenção do crédito.

      A reunião foi realizada às 20hs no Centro Pedagógico e Cultural Prof. Agrício José Tolentino, com o apoio do Banco do Brasil, representando pelo gerente Márcio; do Sindicato Rural, representado pelo presidente Eduardo Sanchez e da Prefeitura Municipal.

      Para obter mais informações a respeito do assunto, Dalastra informou que os interessados podem se dirigir ao escritório local da Agraer instalado junto à Agenfa. O telefone para contato é (67) 3565-6005. Informações sobre linhas de crédito também podem ser obtidas diretamente no Banco do Brasil.

 

 

Aparecida do Taboado (MS)

Categoria : Geral

Heller
Nenhum comentário encontrado.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios.