​Câmara rejeita nova denúncia contra o prefeito Robinho Samara

Camila Helem, da redação | 10 de Julho de 2018
​Câmara rejeita nova denúncia contra o prefeito Robinho Samara

      Aparecida do Taboado (MS) – A Câmara Municipal rejeitou ontem (9), durante sessão ordinária da Casa de Leis, nova denúncia de ilícito administrativo e improbidade administrativa contra o chefe do Executivo Municipal, José Robson Samara Rodrigues de Almeida. O teor da denúncia, entretanto, já era de conhecimento dos parlamentares, uma vez que um documento idêntico foi protocolado na Câmara há quase 2 meses e lido na sessão ordinária do dia 21 de maio (http://www.costalestenews.com.br/noticias/geral/2018/05/22/por-5-votos-a-4-denuncia-contra-prefeito-nao-e-aceita-pela-camara.html).

      Trata-se de uma acusação por pagamento irregular de dívida supostamente contraída pela Prefeitura através de contratação ilícita feita em 2013 e envolve, além do prefeito, o ex-secretário de Obras, Rafael Alexandre Faria, e a arquiteta da Prefeitura, Jaqueline Moreira. De acordo com a denúncia, Robinho teria contratado um arquiteto de forma irregular para a elaboração de vários projetos para o município, mas acabou sendo acionado judicialmente pelo não pagamento dos serviços.

      O denunciante, Mateus Henrico da Silva Lima, advogado aparecidense, apresentou como provas algumas cópias de e-mails, mensagens de Whatsapp e contratos assinados entre os envolvidos e pediu que fosse instaurada uma Comissão Processante para averiguar o caso.

      Sobretudo, mais uma vez, a Câmara decidiu pelo não recebimento da denúncia, tendo a maioria alegado que o caso já está sob investigação judicial. Apenas os vereadores Marcelo Fagundes, Moysés Chama, Ronaldo Néris e Walteir de Oliveira (Véião) votaram pelo recebimento. O restante, vereadores Andrey Magno dos Reis, José Natan de Paula, Zezão do PT, Gilson da Cohab e Lolozinho Bernardes, votaram contra.

 

Aparecida do Taboado

Categoria : Geral

Heller
Nenhum comentário encontrado.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios.