• Home
  • Notícias
  • Geral
  • Em Aparecida do Taboado, 50% dos eleitores ainda precisam fazer o cadastramento biométrico

Em Aparecida do Taboado, 50% dos eleitores ainda precisam fazer o cadastramento biométrico

Camila Helem, da redação | 18 de Março de 2019
Em Aparecida do Taboado, 50% dos eleitores ainda precisam fazer o cadastramento biométrico

Aparecida do Taboado (MS) – O Cartório Eleitoral de Aparecida do Taboado reiniciou o cadastramento biométrico do eleitorado aparecidense e o processo de revisão eleitoral. O comparecimento é obrigatório sob pena de cancelamento do título de eleitor.

Segundo a juíza eleitoral Dra. Kelly Gaspar Duarte Neves, até sexta-feira passada somente 50% do eleitorado tinham os dados biométricos cadastrados. O número corresponde a 8.580 eleitores.

É importante destacar que o atendimento no cartório está limitado a 50 senhas por dia, entregues por ordem de chegada. Os eleitores devem portar um documento oficial de identificação com foto e comprovante de residência atualizado. Para mais informações (67) 3565-1859.

 

Selvíria

    O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) está fazendo o mesmo procedimento em Selvíria, onde são esperados 5.679 eleitores. Os procedimentos seguem até 15 de maio. Até lá, todos os eleitores do município, com exceção daqueles que já realizaram a coleta dos dados biométricos, deverão comparecer ao posto da Justiça Eleitoral, sob pena de cancelamento do título de eleitor.

    Os atendimentos também são por ordem de chegada. Os eleitores devem portar um documento oficial de identificação com foto e comprovante de residência atualizado. Homens maiores de 18 anos, que irão tirar o título pela primeira vez, também devem levar o comprovante de quitação militar.

    O Posto de Atendimento Eleitoral em Selvíria fica na Sede da Secretaria de Assistência Social – Rua João Selvírio de Souza, 512 – Centro. Os atendimentos são das 07h às 13h, pelo horário de MS. Para mais informações (67) 3521-5364 ou 3522-7697.

 

Biometria

    A biometria é uma tecnologia que dará ainda mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. O leitor biométrico acoplado à urna eletrônica deve confirmar a identidade de cada eleitor, comparando o dado fornecido (impressões digitais) com todo o banco de dados disponível. A medida torna praticamente inviável a tentativa de fraude na identificação do votante, uma vez que cada pessoa tem impressões digitais únicas.

    Lembrando que o cadastramento biométrico é obrigatório, sob pena de cancelamento do título de eleitor. Com isso, o TRE-MS orienta que o eleitor procure o quanto antes os atendimentos, evitando filas e muito tempo de espera.

    

    

Aparecida do Taboado

Categoria : Geral

Heller
Nenhum comentário encontrado.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios.