Investimentos Nenhum comentário

Segunda unidade da Fibria em Três Lagoas marca novo momento da indústria em MS

* Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul | 29 de Setembro de 2017
Segunda unidade da Fibria em Três Lagoas marca novo momento da indústria em MS

Três Lagoas (MS) – A Fibra iniciou a operação da sua segunda linha de produção de Três Lagoas, alcançando o título de maior fábrica de celulose do mundo em uma única planta. Com investimentos de R$ 7,5 bilhões, a Horizonte 2 vai produzir 1,95 milhão de toneladas de celulose por ano e junto da primeira, a unidade chegará a 3,25 milhões de toneladas ao ano.

Nessa segunda-feira (25.9), o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, entregou à Fibria a Licença de Operação da segunda linha de produção, emitida pelo Instituto de Meio Ambiente de MS (Imasul), durante visita à fábrica junto com o governador Reinaldo Azambuja.

A equipe do Governo do Estado pode conhecer os estágios da cadeia produtiva desenvolvida pela maior e mais moderna fábrica de celulose do mundo, desde o viveiro de mudas de eucalipto até o produto pronto para a exportação. Inaugurada junto com a Horizonte 2, o primeiro viveiro automatizado de eucalipto do mundo tem capacidade para produzir 53 milhões de mudas plantadas por ano.

O presidente da Fibria, Marcelo Castelli, explica que técnicos foram até a Holanda para conhecer um viveiro automatizado de flores e, então, desenvolver o voltado para eucaliptos. Com aproveitamento de 85%, são utilizadas 43 milhões de mudas ao ano, plantadas em florestas localizadas em cinco municípios de Mato Grosso do Sul.

A empresa é responsável pela geração de seis mil empregos em Três Lagoas, que vão das florestas à fábrica. Da produção anual, 92% são destinados à exportação o que representa 2,8 milhões de toneladas de celulose. Atualmente, a Fibria é responsável por 32% do mercado mundial de fibra de eucalipto e 22% do mercado mundial de fibra curta.

O secretário Jaime Verruck ressalta que a inauguração da fábrica de um porte da Fibria trás muitos ganhos para o Estado. “Ela movimenta a nossa economia garantindo emprego e renda, colabora com a balança comercial, leva o nome de Mato Grosso do Sul para o mundo e vem de encontro com o nosso trabalho de diversificar a economia local”.

Operação

A Horizonte 2 começou a funcionar no dia 23 de agosto de 2017 e na segunda-feira, durante a visita, o presidente Castelli informou que o primeiro fardo de celulose foi enviado para exportação. “É uma grande conquista para nós colocar em operação essa fábrica e devemos isso a todos que nos ajudaram, principalmente o Governo do Estado que foi um grande incentivador”.

O governador Reinaldo Azambuja ressaltou que o “Estado só cresce quando a iniciativa privada investe e acredita” no potencial de Mato Grosso do Sul. E lançou o desafio: pensar na linha 3 da Fibria.

“Tudo isso cria um ambiente de reciprocidade e nós temos muita alegria em poder fazer parte desse momento, nos 40 anos do Estado. Somos o que somos por que muitas pessoas acreditam no Estado, buscaram alternativas para a gente crescer e mudar”, disse o governador. Veja mais fotos.

Três Lagoas

Categoria : Investimentos

Heller
Nenhum comentário encontrado.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios.