• Home
  • Notícias
  • Polícia
  • Após investigação, Polícia Civil prende jovem que matou idoso de 73 anos após roubar celular

Após investigação, Polícia Civil prende jovem que matou idoso de 73 anos após roubar celular

Camila Helem, da redação | 07 de Dezembro de 2017
Após investigação, Polícia Civil prende jovem que matou idoso de 73 anos após roubar celular

    Aparecida do Taboado (MS) – Policiais civis prenderam na tarde desta quarta-feira (6), dentro do Fórum local, um homem de 29 anos (B.B.A) acusado de matar a facadas um senhor de 73 anos na tentativa de roubar o celular dele.
    O crime aconteceu na madrugada do dia 16 de novembro, na rua Duque de Caxias, no Centro da cidade. O corpo de José Mancuzo só foi encontrado pela polícia na tarde do dia seguinte, quando foram iniciadas a investigação e captura do assassino.
    Com o apoio da empresa Kadori – Segurança Patrimonial, os investigadores conseguiram obter importantes imagens do circuito interno de vigilância de várias casas na região onde aconteceu o crime, o que facilitou o desvendamento do latrocínio.
    B.B.A. confessou o crime à polícia e detalhou a forma como matou o idoso. Segundo ele, o crime foi premeditado: ele se aproximou da vítima durante o dia com a desculpa de estar com sede e, enquanto o idoso pegava água, aproveitou para analisar a casa. Voltou na madrugada, pulou o muro e tentou roubar o celular. Entrou em luta corporal com Mancuzo e o matou a golpes de faca.
    O jovem também assumiu que após matar o idoso ainda levou um frasco de perfume e voltou ao local do crime mais tarde para limpar eventuais pistas. 
    Ele foi preso enquanto estava sendo ouvido pela juíza de Direito que, ciente da investigação, mandou avisar os policiais civis sobre a presença do ‘então suspeito’ no fórum.
    B.B.A registra antecedentes criminais e tinha sido colocado em liberdade na manhã do feriado (15 de novembro), mesmo dia em que ele planejou o assalto. A pena para o crime de latrocínio vai de 20 a 30 anos de reclusão.
    Em sua rede social, o delegado de polícia Dr. Lúcio Barros agradeceu a união das autoridades para a conclusão desse inquérito e manifestou sua devoção a Deus, “obrigado ao Poder Judiciário pela confiança no nosso trabalho. Parabéns a POLÍCIA CIVIL. Parabéns às FORÇAS POLICIAIS de Aparecida do Taboado. Abraço aos Policiais Militares, os quais demonstraram imensa satisfação no trato conosco. Obrigado DEUS”, escreveu ele.

Fotos: Polícia Civil

Aparecida do Taboado (MS)

Categoria : Polícia

Heller
Constroluz
Elit
Nenhum comentário encontrado.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios.