Diretório aprova mudança de nome do partido e Puccinelli pra governador

Camila Helem, da redação | 29 de Dezembro de 2017
Diretório aprova mudança de nome do partido e Puccinelli pra governador

Integrantes do PMDB aprovaram, em convenção nacional extraordinária no dia 19, a mudança do nome da legenda, com a retirada da letra “P”, que significa a palavra partido. A partir de agora, a legenda volta a ser chamada pelo nome original: MDB – Movimento Democrático Brasileiro.

Antônio Carvalho da Silva, presidente do Diretório Municipal de Aparecida do Taboado, gostou muito da ideia proposta pelo senador Romero Jucá e acredita que isso irá recuperar a credibilidade do partido, “o MDB sempre fez frente à corrupção, à ditadura e ao extremismo. Infelizmente, assim como todas as siglas partidárias, está um pouco desgastado porque vivemos uma época de descrença na política, mas o partido tem nome, tem força e tem história. Eu achei excelente essa decisão”, comentou ele.

Sr. Antônio é militante do MDB há cerca de 40 anos e lembra dos tempos em que a legenda era conhecida como “Manda Brasa”. Vice-prefeito de 1993 a 1996, na primeira gestão do ex-prefeito Vilson Melo, ele sempre esteve ativo na política local e já preside o diretório municipal há mais de 15 anos, sendo muito prestigiado pelos filiados.

O único vereador a representar o MDB na Câmara, Moysés Chama, acredita que esta mudança de nome veio para ganhar as ruas e fortalecer ainda mais o partido, “eu espero que com essa mudança de nome tenhamos também uma transformação interna na legenda, renovando ideias, forças e objetivos”, disse ele.

Recentemente repercutido na mídia estadual, o anúncio de André Puccinelli como pré-candidato do MDB é um dos assuntos mais discutidos no Estado. Tanto Antônio Carvalho, quanto Moysés Chama afirmaram que se não houver nenhum empecilho à candidatura do ex-governador, o Diretório Municipal vai apoiá-lo em 2018 ao Governo do Estado. Com mais de 400 filiados em Aparecida do Taboado, o MDB é um dos partidos mais antigos e mais prestigiados na cidade. Em fevereiro deverá ocorrer uma reunião para novas filiações.

 

Mudança

A mudança de nome é uma estratégia para recuperar o prestígio que o partido tinha durante o regime militar. Com a instituição do bipartidarismo pela ditadura em 1966, o MDB foi fundado para agregar as forças de oposição, unindo, de esquerda à direita, as forças do espectro político que trabalhavam pela redemocratização.

A agremiação tinha como adversária a Aliança Renovadora Nacional (Arena), que dava sustentação política civil aos militares. Em 1979, a ditadura decretou uma mudança nas regras partidárias que obrigada todas as legendas a iniciarem seu nome com a palavra “partido”. Em virtude disso, o MDB se tornou PMDB, em registro oficial a partir de 1980.

A alteração ainda precisará ser ratificada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). (Informações da Revista Veja)

Aparecida do Taboado (MS)

Categoria : Política

Elit
Constroluz
Heller
Nenhum comentário encontrado.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios.