• Home
  • Notícias
  • Rural
  • ​Eduardo Sanchez, presidente da Aprobat, participa de reunião na CNA

​Eduardo Sanchez, presidente da Aprobat, participa de reunião na CNA

Camila Helem, da redação | 02 de Abril de 2019
​Eduardo Sanchez, presidente da Aprobat, participa de reunião na CNA

      Aparecida do Taboado (MS) – A Comissão Nacional de Silvicultura e Agrossilvicultura da Confederação da Agricultura e Pecuária (CNA) se reuniu no dia 28 de março, em Brasília, com associações de produtores de borracha natural para discutir as demandas do segmento. O presidente da Associação de Produtores da Borracha de Aparecida do Taboado, Eduardo Sanchez, que também preside o Sindicato Rural, participou do encontro.

      Segundo o presidente da Comissão Nacional de Silvicultura e Agrossilvicultura, Walter Rezende, a heveicultura vive um momento delicado em relação ao preço pago pela borracha natural. “O Brasil não produz a totalidade da borracha que usa. Isso faz com que a cadeia produtiva não esteja balanceada. A indústria encontra alternativas de compra de matéria-prima, principalmente no mercado asiático, com um custo muito inferior ao da borracha brasileira. Isso faz com que os produtores rurais sejam reféns desse processo de formação de preço extremamente desfavorável”, afirmou Rezende.

      Na reunião, o colegiado buscou discutir medidas que possam amenizar esse desequilíbrio de mercado e aumentar a competitividade. Nesse cenário, o desenvolvimento de novas tecnologias e a agregação de valor também foram pontos abordados.

      Eduardo Sanchez considerou bastante produtiva sua participação na reunião, oportunidade em que ele levou as demandas não só de Aparecida do Taboado, mas de toda a região e do Estado, alertando para a importância em buscar alternativas que revertam o cenário de baixa no mercado da borracha a fim de estimular o produtor e não enfraquecer a atividade no país, “é preciso que os produtores e as entidades de classe se estruturem para organizar esse setor e impedir que a heveicultura se perca no Brasil”, pontuou.

      Outro tema no encontro foi a automação do processo de extração do látex, que será tratada com as associações representantes das indústrias de máquinas e equipamentos. O objetivo é aumentar a eficiência da mão de obra e reduzir os custos de produção. Ainda na reunião, o assessor jurídico da CNA, Frederico Melo, falou sobre a legislação trabalhista.

      A reunião também contou com o a presença do assessor especial do Ministério da Agricultura, Ademar Silva Júnior, a quem o presidente Eduardo Sanchez agradece pelo apoio nas demandas apresentadas pelos produtores rurais. (Informações CNA)

 

   

   

Aparecida do Taboado

Categoria : Rural

Heller
Nenhum comentário encontrado.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com * são obrigatórios.