Tereza Cristina é a primeira mulher a estampar selo comemorativo da Acrissul
Rural

Tereza Cristina é a primeira mulher a estampar selo comemorativo da Acrissul

Campo Grande News
05/04/2019
21

Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias foi a grande homenageada na abertura da 81ª Expogrande (Exposição Agropecuária de Campo Grande), realizada na noite desta quinta-feira (4) no Parque de Exposições Laucídio Coelho. Integrante da Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul, ela se tornou a primeira mulher a estampar um selo comemorativo da feira, em reconhecimento ao seu trabalho pela agropecuária que, além dos mandatos parlamentares, incluem a chegada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Com a nomeação para o Mapa, o qual comanda há cerca de 90 dias –desde o início da gestão do presidente Jair Bolsonaro–, paira sobre Tereza, também, a responsabilidade por políticas para um setor que exalta ser um dos pilares da economia brasileira. E que conta com seu trabalho para apagar incêndios surgidos por alguns atos da atual gestão federal e, ao mesmo tempo, ampliar os mercados internacionais para os produtos brasileiros.

Jonathan Barbosa, presidente da Acrissul, promoveu um ato voltado a produtores e à classe política –na presença do ministro Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional), do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e do prefeito Marquinhos Trad (PSD), além de parlamentares e demais autoridades– para abrir “esta que é a nossa festa tradicional”, referindo-se à Expogrande.

Após lembrar que o avô de Tereza, o ex-governador de Mato Grosso Fernando Corrêa da Costa, também presidiu a associação, destacou que o nome da ministra foi escolhido “com muita honra”. “Será a primeira mulher a se tornar selo da Acrissul, estará em todas as cartas da associação para o Brasil”, explicou. A estampa é exclusiva para cartas da entidade.


Homenageada

Além do selo com a imagem da ministra, distribuído entre algumas das autoridades, Tereza ganhou um quadro de Luciano Zamboni, representante da Associação Brasileira de Criadores de Brangus, da qual ela foi uma das fundadoras, e viu sua história ser traduzida em música apresentada por Zé Du durante a solenidade.

Em suas palavras, deixou clara a gratidão pelas lembranças da classe produtora, prometeu usar a estampa para enviar uma carta a Canuto pedindo políticas nacionais para irrigação, “que Mato Grosso do Sul” tanto precisa, e logo se voltou aos meandros da atual atividade política, na qual as reformas da previdência, do Pacto Federativo e tributária apareceram como vitais para que a economia volte a crescer.

Além disso, destacou que, “ser ministra é uma honra, mas um sacrifício muito grande”, explicando que, neste trabalho, está a preocupação em mudar a “imagem errônea” que o mercado internacional tem do país, “de que somos transgressores do meio ambiente e produtores com agrotóxicos que envenenam a população. Essa direção tem de mudar”.


Cenário externo

Em palavras de expectativa quanto ao agronegócio, Tereza Cristina ainda lembrou que um recente surto de peste suína na China fará o país asiático buscar novas fontes de proteína. “E só três países podem atender: Brasil, Estados Unidos e Austrália, sendo que esta perdeu mais de 500 mil cabeças de gado em uma enchente colossal”.

A perspectiva destoa daquela especulada até então, abastecida com acenos de Jair Bolsonaro a Israel (como a abertura de um escritório de representação em Jerusalém, saída encontrada para ainda não se efetuar a transferência da embaixada em Tel-Aviv, algo visto com maus olhos pela comunidade árabe e muçulmana).

“Não existe questão político-ideológica. O presidente quis se aproximar dos Estados Unidos e de Israel. Isso não tem nada a ver com o comércio”, afirmou Tereza a jornalistas, antes da solenidade no tatersal. A ministra organiza junto com a CNA (Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária) um jantar no qual espera reunir 51 embaixadores e líderes de países árabes e muçulmanos, a fim de deixar claro que “a agricultura brasileira sempre foi parceria desses países”.

A ministra também articulou junto ao governo dos EUA inspeções a plantas frigoríficas no país, a fim de retomar as exportações de carne in natura, prejudicadas há dois anos por problemas na vacinação de animais. Entre 10 e 28 de junho, um grupo de trabalho analisará as plantas de produção do país e, em julho, deve dar um veredicto sobre a possibilidade de novamente comprar o produto.

O governador Reinaldo Azambuja, por sua vez, destacou a responsabilidade do Brasil nesse momento. “Precisamos abrir os mercados, ter mais competitividade e valorizar o nosso produto”, pontuou, reforçando que a carne brasileira é barata em relação à produzida em outras regiões, um trunfo também a ser considerado.

Notícias Relacionadas

Portal Costa Leste News

Portal de notícias de Aparecida do Taboado, Selvíria, Paranaíba e Inocência. Saiba tudo sobre o cenário político, econômico, turístico, cultural e policial da região Costa Leste de Mato Grosso do Sul.

Registration Login
Registration Login
A password will be send on your post
Registration Login
Registration
Sobre o site

Política de Privacidade

A Política de Privacidade foi criada para reafirmar o compromisso do Costa Leste News com a segurança e a privacidade dos seus usuários de seus serviços “on-line”.

O “site” do Costa Leste News foi criado e desenvolvido de forma a assegurar que a privacidade “on-line” de seus usuários seja respeitada e os dados e informações pessoais devidamente protegidos, não sendo revelados a terceiros. Em nenhuma circunstância vendemos, alugamos ou trocamos informações pessoais.

O Costa Leste News adverte que nenhum armazenamento ou transmissão de dados na Internet é totalmente seguro, porém exerce todos os esforços para resguardar as informações coletadas dos usuários.

O Costa Leste News se compromete em manter a integridade das informações que nos forem fornecidas.

O Costa Leste News se reserva o direito de alterar sua política de privacidade, no todo ou em parte, mediante comunicação aos seus usuários, através desta página.

Termos de Uso

O material disponibilizado neste site é de caráter exclusivamente informativo e a utilização deste conteúdo é de inteira responsabilidade do usuário.

O Costa Leste News poderá modificar a forma e o conteúdo, bem como suspender ou cancelar, a seu exclusivo critério, a qualquer tempo, quaisquer dos serviços, utilidades, produtos ou aplicações disponibilizadas no site.

As informações disponíveis no site poderão ser atualizadas ou modificadas periodicamente e não devem ser interpretadas como definitivas.

O Costa Leste News empregará com afinco seus melhores esforços no sentido de conservar as informações e conteúdos contidos neste site de forma precisa, atualizada e completa quanto possível.

O Costa Leste News ou seus parceiros não poderão ser responsabilizados por qualquer perda ou dano, direto ou indireto, que decorram de:

O conteúdo, fotografias, marcas, títulos, sons, vídeos, dados, gráficos, tabelas, séries históricas e serviços oferecidos por meio do site são de propriedade do Costa Leste News ou de parceiros, não sendo autorizado sua reprodução, transmissão, exploração, armazenamento ou qualquer tipo de uso. O usuário assume toda e qualquer responsabilidade, de caráter civil e/ou criminal, pela utilização indevida de todo e qualquer material do site.

Em caso de utilização do conteúdo do site com a devida autorização, deverá constar como crédito: Costa Leste News. A inobservância do crédito acarretará na imediata revogação da autorização.

O site e seus serviços estão sujeitos a eventuais problemas de interrupção, falha técnica, ou indisponibilidade de funcionamento temporário.

O Costa Leste News estará isento de qualquer responsabilidade pelos danos e prejuízos de toda natureza que possam decorrer de falta de disponibilidade ou de continuidade do funcionamento do site e dos serviços.

Comentários:

O conteúdo dos comentários publicados no site é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do usuário e/ou visitante cadastrado. O Costa Leste News não se responsabiliza por qualquer dano supostamente decorrente das opiniões e comentários efetuados por terceiros.

Os comentários publicados, porém, serão pós-moderados e o Costa Leste News poderá, a qualquer tempo e a seu critério, excluir, parcial ou integralmente, qualquer texto que infrinja as normas legais ou as regras deste termo de uso, ou ainda em decorrência de denúncias, sem que isto gere qualquer responsabilidade ao Costa Leste News ou direito ao usuário e/ou visitante cadastrado.

Os comentários não devem conter mensagens publicitárias, material pornográfico, grosseiro, racista ou ofensivo; informações sobre atividades ilegais e incitação ao crime; material calunioso; afirmações injuriosas ou difamatórias.

É proibido publicar qualquer material protegido por direitos autorias, sem a devida autorização do autor ou seu representante.

Se por mais de uma vez forem descumpridas quaisquer das regras expostas ou for verificado o exercício ilegal, o usuário e/ou visitante terá sua permissão de comentários cancelada.

A qualquer tempo e de maneira unilateral, o Costa Leste News poderá cancelar o sistema de comentários sem necessidade de aviso prévio.

Forma de acesso aos comentários:

Para se habilitar a fazer comentários no site do Costa Leste News, o usuário terá de preencher um cadastro fornecendo informações verdadeiras e exatas. Tais dados serão protegidos pelo Costa Leste News.

O cadastro dará ao usuário o direito de usar o espaço destinado a comentário.

O Costa Leste News registra o IP pelo qual o usuário acessou o sistema de comentários, para a eventualidade de precisar identificar o autor de um comentário.